Como Facilitar Orgasmo da Parceira

Como Facilitar Orgasmo da Parceira

Como Facilitar Orgasmo da Parceira FACILITAR O PRAZER
Muitos casais, especialmente após um tempo de relacionamento, sentem a necessidade de modificar alguns aspectos da vida sexual dos dois para que ela volte a ser como era no começo. Em vista disso, selecionamos dicas e sugestões que podem te ajuda a recuperar o sexo gostoso do início da relação. Confira.

Como Facilitar Orgasmo da Parceira

Como Facilitar Orgasmo da Parceira

 

Como Facilitar Orgasmo da Parceira

TENTE VER O SEXO DE UMA MANEIRA DIFERENTE
Para aumentar suas chances de ter uma vida sexual de sucesso e muito prazerosa, é preciso quebrar um pouco as regras sobre sexo. Um dos pontos que deve ser analisado é a finalidade da relação sexual: por que você faz sexo? Apenas para gozar no final ou para ter prazer durante toda a relação?

Como Facilitar Orgasmo da Parceira
Existem diferentes motivos para que duas pessoas tenham uma relação sexual, porém, se o seu objetivo é ter prazer, o importante é não focar apenas no orgasmo. Todas as etapas do sexo podem ser muito prazerosas e não é preciso ficar tão ansiosa aguardando o “momento final”.

Como Facilitar Orgasmo da Parceira
Vale a pena se desprender. Durante a relação sexual, aproveite cada momento, sem se apressar. Fazer uma coisa pensando na próxima pode fazer com que a qualidade do sexo diminua. Portanto, quando estiver nas preliminares, aproveite bem esse momento e tire o máximo de prazer possível dele.
Outro ponto bastante relevante é a sua mente. É preciso estar de cabeça aberta para se permitir ter prazer das mais diversas formas. Se sua mente limita as suas atividades, seu prazer também estará limitado de uma certa maneira. Então, nada de se reprimir.

Como Facilitar Orgasmo da Parceira
SEJA RESPONSÁVEL PELO SEU PRAZER: Outra dica interessante é que não se deve jogar no outro a responsabilidade pelo nosso prazer. O seu prazer é sua responsabilidade e tomar isso para si ajuda a diminuir a ansiedade que uma responsabilidade assim colocaria no seu parceiro.
É importante também investir na busca pelo seu prazer solitário. Pratique a masturbação e descubra novos pontos que te dão prazer. Conheça-se para saber o que mais te satisfaz e assim poder mostrar ao seu parceiro o que te deixa louca na cama.
NÃO DEIXE A SEDUÇÃO DE LADO: Mesmo que você já esteja em um relacionamento há muito tempo, é essencial que mantenham a clima de paquera e sedução. Isso é importante porque mantém a chama acesa, porque mesmo que haja amor entre os dois, a paixão precisa de combustível para sobreviver. E casal apaixonado mantém os laços amorosos fortes por mais tempo.
Por isso, capriche no visual, fale coisas no ouvido dele que você sabe que ele gostará de ouvir, toque nele quando ele menos esperar e não deixe de fazer um carinho mais ousado quando tiver a oportunidade. Essas pequenas atitudes já ajudam a manter a chama acesa.
VARIE NOS ESTÍMULOS SEXUAIS: As mulheres tendem a ter mais orgasmos quando são estimuladas de maneiras diferentes. Então incentive seu parceiro a variar entre sexo oral, penetração e estímulo manual para que você tenha mais chances de sentir prazer.
Aproveite o momento e também varie nas maneiras de acariciar o seu parceiro durante o sexo. Isso pode apimentar a relação sexual de vocês mais do que você imagina.
CUIDE-SE: Para ter uma vida sexual prazerosa, é importante se cuidar além da aparência. Manter os exames ginecológicos em dia é essencial para uma vida sexual saudável e interessante. Por isso, nunca deixe de fazer os exames e quando estiver sentindo algum incômodo durante a relação sexual ou perceber algo de diferente na sua região íntima, procure um médico o mais rápido possível.
Incentive seu parceiro a cuidar da saúde da região íntima também, sugerindo que ele faça exames necessários e que ele faça uma visita ao médico se notar que algo de errado pode estar acontecendo.
MANTENHA O RITMO: Manter um bom ritmo e freqüência de relações sexuais garante a vocês uma melhoria contínua do ato sexual. Sendo assim, não deixe que desculpas e pequenos incômodos atrapalhem suas relações sexuais. Se você tiver filhos, por exemplo, tente pelo menos algumas vezes deixá-los com outra pessoa e investir em uma noite sensual só para você e o seu parceiro.
Além disso, se perceber que tem algo fazendo com que a frequência da relação sexual de você diminua, tente descobrir o que é e procure resolver ou ao menos amenizar o problema.
Sexo bom é parte de uma vida com qualidade e bem-estar, portanto vale a pena investir numa vida sexual saudável e prazerosa. Além de proporcionar uma sensação maravilhosa, também ajuda a dar a sua pele um aspecto ainda mais bonito. Então, siga as dicas e melhore ainda mais a qualidade do sexo na sua vida.
4 DICAS DE UMA TERAPEUTA PARA REVITALIZAR SUA VIDA SEXUAL
Sabemos que sexo de boa qualidade é uma das coisas que mantém um relacionamento saudável. Porém, com o passar do tempo em uma relação, é possível que a chama do início diminua e o sexo já não seja mais tão frequente ou tão bom quanto antes. E isso é natural e normal.
Felizmente, podemos nos valer de algumas atitudes e recursos para levantar o pique sexual dos dois mesmo depois de muitos meses ou anos de relacionamento.
Confira a seguir o que a terapeuta sexual da AASECT, Logan Levkoff, recomenda para os casais que querem revitalizar sua vida sexual instantaneamente.
1 – Música para o sexo: A sexóloga comenta que a melhor maneira de se aproximar do seu parceiro e ficar mais íntima dele é através dos ouvidos. Mas, como assim, através dos ouvidos? É simples. Colocar uma música de fundo para o momento íntimo é uma forma de inspirar e excitar os dois.
Sendo assim, quando estiver planejando uma boa noite a dois, escolha algumas músicas que considere excitantes e monte uma lista para tocar para vocês.
2 – Leia sobre o assunto: A literatura erótica pode ter um grande impacto positivo na vida sexual de uma pessoa. As histórias contadas e a dicas reveladas por esses livros podem servir de inspiração e te apresentar um mundo novo de experiências para que o seu sexo não caia na rotina.
Lançado em 2011, o romance erótico intitulado “50 tons de cinza” se mantém no top de best-sellers mundiais e já conquistou o público com suas histórias que envolvem sadomasoquismo e práticas relacionadas. Leituras como essa são interessantes para quem quer alimentar seus pensamentos no sentido sexual e colocar novos recursos em prática. Como Facilitar Orgasmo da Parceira
3 – Beije seu parceiro: Você se lembra quando foi a última vez que beijou seu parceiro? Não um beijinho de bom dia ou aquele beijo rápido que damos ao
encontrar o companheiro. Nos referimos à um beijo mais “quente” – aquele que é um beijo mais íntimo, em que os corpos se entrelaçam de maneira a ser quase uma preliminar do sexo.
Quando um casal deixa de dar esses beijos, é hora (ou já passou da hora) de investir mais nesse aspecto da vida a dois de vocês. A terapeuta sexual explica que quando partimos para o sexo em um relacionamento, acabamos subestimando o poder do beijo. Porém, é essencial manter o beijos acalorados entre vocês para que não haja um distanciamento emocional e sentimental do casal. Como Facilitar Orgasmo da Parceira
4 – Mude o ambiente do sexo: Embora pareça que o luar onde vocês costumam fazer sexo não faça tanta diferença assim, trocar o cenário das relações sexuais pode ser um ótimo estimulante para o casal, segundo a terapeuta sexual.
É comum que os casais sempre façam sexo no mesmo lugar, do mesmo jeito, nas mesmas condições e posições – mas mudar de ambiente pode agregar intimidade ao casal, estimulá-los a experimentar recursos e posições novas e consequentemente revitalizar sua vida sexual.
Além dessas dicas, outra forma de melhorar o sexo de vocês de forma rápida é trazendo brinquedos e objetos sexuais para seus momentos de intimidade. Que tal começar a colocar em prática as sugestões hoje mesmo?
POSIÇÕES SEXUAIS PARA CHEGAR AO ORGASMO
Embora envolva preferências pessoais, a posição corporal adotada pelo casal durante o sexo influencia o prazer feminino. Uma movimentação confortável e estimulante contribui para que a mulher chegue ao orgasmo de forma mais fácil. Com a ajuda do sexólogo Amaury Mendes Júnior e da especialista em técnicas sensuais Fernanda Pauliv destacamos as cinco posições mais
favoráveis para elas. Agora é só treinar… [Leia outras matérias no “Especial Orgasmo”]

1. Quando está por cima, a mulher consegue controlar a velocidade e a profundidade da penetração, conduzindo o ritmo do sexo. Com essa posição os corpos não ficam colados e o parceiro pode fazer carícias nos seios, coxas e clitóris dela. “Quanto mais zonas erógenas forem estimuladas ao mesmo tempo, maiores as chances de um orgasmo bombástico”, diz Fernanda. A posição também é favorável porque a mulher comanda o roçar do clitóris no sexo do parceiro.
2. Conforme mostra a ilustração, a mulher fica deitada e o homem sentado. Essa é uma posição confortável para a mulher porque o seu corpo fica livre e sem o peso do parceiro. “Facilita o acesso ao clitóris e permite que ele faça carícias nos seios e coxas dela”, diz Fernanda. É importante que a mulher também tenha alguma possibilidade de manobra, com as pernas apoiadas sobre as pernas do parceiro, por exemplo.
3. Com ela apoiada na vertical, a penetração por trás estimula bastante a mulher na área conhecida como ponto G, na parede da frente da vagina. É uma posição que mexe com fetiches: “A mulher se sente poderosa quando percebe que excita o homem”, diz Amaury. Fernanda recomenda que o casal tente fazer embaixo do chuveiro: “Podem usar espuma de banho e ainda deixar uma mão livre para estimular o clitóris”, sugere.
4. O sexo oral é um dos caminhos de sucesso para o orgasmo feminino. E a posição de estímulo mútuo, a famosa “69”, é muito íntima e prazerosa para o casal. “A mulher fica excitada porque o homem pode praticar movimentos com a língua no clitóris de forma suave”, diz Amaury.
5 . Que tal inverter a posição com a mulher por cima? Quando ela fica de costas para o homem, o casal ganha um ângulo diferente e ambos podem
controlar o ritmo. Ela fica mais à vontade sem manter contato visual com o parceiro e pode estimular o próprio clitóris com movimentos mais delicados. Ele, por sua vez, ganha uma visão excitante da cena.
6 . Conheça seu corpo. A masturbação te ajuda a descobrir como gosta de ser tocada e quais pontos são mais sensíveis. “Mulheres não se conhecem e querem que o parceiro adivinhe onde ela quer ser estimulada!”, diz Elsa. Portanto, explore o prazer sozinha sem medo! “Funciona muito ficar na frente do espelho e explorar partes do corpo. É uma forma de ensaiar a desinibição”, defende Carla Cecarello, psicóloga, sexóloga e fundadora da Associação Brasileira de Sexualidade.

7 .Faça tudo no seu tempo. Capriche nas preliminares, abuse dos jogos de sedução, tire a roupa lentamente e esquente o clima com beijos e carícias até você estar bem excitada. Afinal, pra que a pressa?

Estimule outras zonas erógenas. Experimente sensações de outras partes do corpo – você pode se surpreender! Existem mulheres que relatam chegar ao orgasmo só com o toque nos seios, por exemplo. “O corpo precisa ser explorado em toda extensão: pescoço, colo, mamas, barriga, pélvis, virilha, interno de coxa, dedos dos pés. E os toques devem ser alternados usando as mãos e a boca”, explica Fátima Protti, psicoterapeuta sexual.
8. Relaxe. Não é momento de se preocupar com a bagunça do quarto ou com uma gordurinha extra no seu corpo. Você pode pensar sobre isso depois! Na hora da transa, respire fundo e aproveite o momento!
9. Informe seu parceiro. Diga a ele quais as posições e estímulos que mais gosta – eles nem sempre adivinham sozinhos! “Gosto assim” ou “continue fazendo isso” são toques bastante esclarecedores. E se é difícil verbalizar suas preferências, não hesite na hora de redirecionar as mãos dele para um carinho que te agrade– ele vai entender o recado!
10. Teste posições diferentes. Não é preciso comprar um livro do Kama Sutra ou ficar de ponta cabeça… Mas dê preferência para as posições que favoreçam a estimulação do clitóris. Carla Cecarello sugere a “manobra de ponte”: a mulher sentada por cima do parceiro, com ela ou ele estimulando o clitóris junto com a penetração. “Isso ajuda porque muitas mulheres têm dificuldade de atingir o orgasmo só com a penetração”, diz a especialista.
11. Exercite sua vagina. Uma musculatura íntima tonificada pode aumentar seu prazer. Para isso, exercite a região vaginal enrijecendo e soltando os músculos internos (aperte e solte, basicamente). Em lojas de produtos eróticos são vendidos pequenos pesos para auxiliar o processo. Dentro da vagina, é preciso segurá-los com a musculatura local para praticar.
12. Não se sinta obrigada a gozar junto com ele. Se isso acontecer, ótimo, mas o importante é que vocês dois fiquem satisfeitos, mesmo que um chegue lá antes. “Isso é coisa de Cinderela, não existe. Cada um tem o seu tempo e vai depender do dia, vontade e estimulo. Cada um busca o seu orgasmo”, diz Cecarello.

13. Drible a rotina: Uma lingerie nova ou roupa que faça você se sentir sexy pode esquentar o clima. E que tal seduzir seu parceiro em um ambiente diferente da casa, para variar? Uma noite romântica no motel também pode ser uma boa pedida.
14. Prepare o ambiente: Luz indireta, aromas e velas criam um clima. Aliás, lâmpadas vermelhas e laranjas são um Photoshop natural e ajudam a esconder imperfeições, além de serem tons quentes e sexy.
15. Não finja: Seu parceiro precisa saber o que te agrada e o que não dá resultado. Fingir um orgasmo é mentir para você mesma e para ele.
16. Estimule os cinco sentidos. Aposte em detalhes como óleos perfumados para massagem, música ambiente, lingerie colorida (saia do preto), frutas e uma bebida como espumante ou um coquetel sem álcool bem atraente. Tudo isso ajuda a despertar as sensações do corpo.
17. Fale durante o sexo. Peça para ele falar palavras ou frases que podem aumentar seu prazer e seja mais verbal também, contando o que sente e o que deseja durante a transa.
18. Lubrificação, lubrificação e… lubrificação! Para sexo oral, penetração vaginal e sexo anal a lubrificação é importante para garantir o prazer. Use e abuse dos produtos a base de água.
19. Diga sim para novas experiências. Lógico que não é preciso fazer algo que você não gosta, mas teste brincadeiras na cama, ouça as fantasias do seu parceiro e tente botar em prática algum desejo seu! Que tal fazer aquele striptease você tinha vontade? “Contos e filmes eróticos são uma boa ferramenta e podem auxiliar a aumentar o grau de excitabilidade. Assim aumenta a chance de chegar ao orgasmo”, diz Carla.
20. Namore sempre. Não importa se vocês se conhecem há um ano ou estão casados há 20. É preciso ter momentos para o casal, como tomar banho juntos, sair para jantar ou ir ao cinema. Isso ajuda a manter um clima de romance constante.
21. Faça o sexo presente em vários momentos do seu dia. Pense sobre o assunto, relembre suas transas e arrisque mensagens picantes ou e-mails para seu parceiro. O desejo vai crescendo à distância…
22. Uma transa só para você. Separe um momento para pedir carícias, sexo oral e o que mais gostar sem ter que retribuir.
23. Verifique suas medicações. Alguns remédios como antidepressivos podem diminuir o desejo sexual.Verifique esse efeito colateral junto ao seu médico.
24. Procure ajuda profissional. Se você sentir dor na relação ou encontrar outro tipo de dificuldade recorrente, não hesite em procurar ajuda com um ginecologista ou psicólogo.
EXERCÍCIOS E PRÁTICA PARA FACILITAR O ORGASMO

Fazer sexo não é um exercício como correr ou andar de bicicleta, mas a prática, como nas outras atividades, melhora o desempenho. Um dos passos para isso é o autoconhecimento: tocar e olhar o próprio corpo para descobrir pontos de sensibilidade é um bom caminho, segundo Riva. “O primeiro passo é não ficar com a ideia de que é errado fazer isso ou aquilo”, aponta.
O desenvolvimento da musculatura genital também é uma ferramenta utilizada para potencializar sensações. O pompoarismo é uma prática de contração dos músculos vaginais que exercita a região de dentro para fora. Com algum tempo de experiência, a sensibilidade local aumenta, assim como a intensidade do orgasmo. “Não é mágico, precisa treinar”, diz Riva. Os resultados aparecem depois de um mês, aproximadamente.
As posições sexuais interferem no estímulo para a mulher e algumas facilitam a descoberta do prazer. Cecarello sugere testar encontros que permitam a penetração e o estímulo ao clitóris ao mesmo tempo.
DICAS QUE AJUDAM A CHEGAR LÁ
Encontre a sua fórmula: preocupações e tensões normalmente atrapalham a concentração na hora do sexo, e, consequentemente, impedem o orgasmo. É preciso buscar fórmulas altamente excitantes, e isso pode variar de acordo com cada pessoa: filmes sensuais, contos eróticos ou um clima bacana. Experimente um pouco de tudo para saber mais sobre suas próprias preferências.

Exercícios diários: “Sentada ou em pé inspire profundamente, segure o ar, contraia a área genital por 30 segundos e solte”, ensina Celi. Repita a contração por dez vezes, inspire e continue o exercício por um período de cinco minutos. “Pode e deve causar calor, se feito corretamente”, explica a terapeuta.
Brinquedos eróticos: usados na masturbação ou com o parceiro, pequenos vibradores ajudam a estimular o clitóris e acelerar a excitação.
Esqueça o fingimento: querer melhorar a qualidade das relações sexuais inclui uma mudança de atitude na cama e fora dela. “Dá pra fingir por um tempo, mas em uma relação duradoura não pode acontecer. A mulher tem que ser honesta com si mesma e com o parceiro”.

Quero Agora

Google Plus:

Canal no youtube:

Facebook:

Site:http://controlandosuaejaculacao.com.br

Blog: http://controlandosuaejaculacao.com.br/blog/

Dicas: http://controlandosuaejaculacao.com.br/cap

E-mail: controlandosuaejaculacao1@gmail.com